quarta-feira, 17 de agosto de 2016

Ainda existem humanos entre nós

.











Medalhas são lindas. Aos vencedores, minha admiração mas, hoje meus sentimentos transcendem a admiração.

Aos que negam cumprimentar, xingam e achincalham seus antagonistas, alimentando a cultura do ódio, é inútil pedir um minuto de silencio e consternação.

Mas foi isso que fiz solitariamente diante do gesto da família de Stefan Henze, técnico da equipe alemã de canoagem slalom, ex-atleta e medalhista olímpico que morreu aos 35 anos, vitima de um acidente na Barra da Tijuca. 

A família de Henze transcendeu todas as honrarias ao autorizar que os órgãos do atleta fiquem no Brasil,onde morreu. 

Na noite de ontem os órgãos do Stefan Henze foram retirados no Miguel Couto e encaminhados a vários hospitais do Rio. O coração do atleta foi transportado para o Hospital de Laranjeiras. 

Os seres humanos ainda estão entre nós!

.