sexta-feira, 30 de setembro de 2016

COISAS ESQUECIDIÇAS

.








passos apressados me levam adiante.
caminho há tanto tempo que já esqueci
para onde estou indo…
não sei se é bom ou ruim
e nem quero saber.
gostaria de esquecer de onde vim
e o longo e intranquilo percurso
até aqui.
infelizmente as dores
os pecados
e os crimes do coração
não são coisas
esquecidiças…
e o peso proveniente delas
é tão grande!
me arrasto.
tenho pressa de chegar
só deus sabe onde…
porque tenho a esperança
(cruel?)
de que lá, enfim,
poderei aliviar as pernas
os braços
a consciência
do peso que comigo levo.
(me disse uma voz dentro da cabeça: não há fim, apenas recomeços eternos… portanto, o peso não será retirado, apenas somado…)
agora meus passos estão mais lentos.
perdi a vontade de chegar
de conhecer o destino…
penso seriamente que o verdadeiro motivo de existir a caminhada e o cansaço que ela causa não é outro senão o lado negro do humor de algum criador entediado…)
JACQUELINE AISENMAN

Fonte: http://coracional.com/2016/09/27/coisasesquecidicas/
.
.