quinta-feira, 4 de outubro de 2012

Rojões a postos

.


(na foto, portaria do "hotel" da Papuda, DF, futuro endereço dos mensaleiros. Consta que as acomodações não são das piores, mas a cuisine perde feio para a do Naoum...)




São 19:21 de quinta-feira, 04 de outubro. No Supremo Tribunal Federal, Luiz Fux vai concluindo seu voto, condenando Delúbio Soares, José Genoíno e José Dirceu, além dos condenados de praxe, como Marcus Valério e os escroques do Banco Rural.

Anteriormente, Rosa Weber acompanhou o voto do relator Joaquim Barbosa, na mesma convicção de condenação dos mensaleiros.

O advogado de PT travestido de Ministro do STF, Ricardo Lewandowsky, ainda tentou argumentar, há poucos minutos, mas suas colocações foram massacradas de forma enfática pelo Luiz Fux.

O placar está 3 x 1 pela condenação do "comitê central da corrupção". Pelas intervenções manifestas de Gilmar Mendes, Celso de Mello e Ayres Britto, pode-se inferir, sem medo de ser feliz, que eles também não deixarão os réus impunes. Para fechar o cerco, e colocar a tranca no portão, a Ministra Carmem Lúcia, a julgar por suas posições em relação aos demais acusados, deve selar o destino da quadrilha. Como o voto de Antonio Dias Toffoli é sobejamente conhecido (muito embora ele talvez opte, em face da derrota iminente, em acompanhar a maioria e tentar manter um mínimo de compostura e dignidade diante dos seus pares), restará apenas o Marco Aurélio de Mello, cujo voto é difícil de prever.

No resumo da ópera, o placar final vai variar entre 8 x 2 e 7 x 3 em favor da condenação, o que, entre outras coisas, desmonta a possibilidade de procrastinar a aplicação das sentenças pelos tais "embargos infringentes", que necessitam de 4 votos contrários à decisão majoritária para ganharem aplicabilidade.

Ou seja, pelo andar da carruagem, José Dirceu e seus comparsas, a partir da semana que vem, deixarão de ser réus, para integrarem o alegre bloco dos CONDENADOS pela Justiça brasileira. Condenados por CORRUPÇÃO, no mínimo, e podendo chegar a QUADRILHEIROS, com penas que podem chegar a 25 anos de reclusão.

Serão presos? Fugirão, como parece ser o caso do ex-diretor do Banco do Brasil? Ou buscarão, talvez, um indulto salvador da Dilma?

Pouco importa. Claro que a alegria será maior, ao vermos esse trio dando entrada na Papuda, para cumprir suas sentenças em cela comum. Algemados, se possível. Mas, se as chicanas não permitirem ao povo brasileiro ver, ao vivo e a cores, que no Brasil das pessoas decentes a roubalheira e manipulação política com dinheiro que deveria ser destinada a escolas, creches, merenda escolar e segurança, entre outras mil prioridades do povo, não ficarão impunes, seja quem for o criminoso, tudo bem.

O importante terá sido atingido: a eliminação dessa corja do cenário político nacional. Quem ousará subir num palanque ao lado de um criminoso condenado?

Bem, como a cara de pau do PT não tem limites, tudo é possível.

Os rojões estão prontos. Mais uns dias.



(Roland Cooke - Fonte: http://rolandbrookscooke.blogspot.com.br/2012/10/rojoes-postos-na-foto-portaria-do-hotel.html)
.