quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010

A velha e boa análise sintática, lembram?

.

[ministro+do+stf+gilmar+mendes.JPG]

Filho da puta é adjunto adnominal (ou paronomástico), se for "conheci um juiz filho da puta".

Se for "o juiz é um filho da puta", daí é predicativo.

Agora, se for "esse filho da puta é um juiz", daí é sujeito.

Porém, se o cara aponta uma arma para a testa do juiz e diz:"Agora nega a liminar, filho da puta!" daí é vocativo.

Finalmente, se for: "O ex-juiz Nicolau dos Santos Neto, aquele filho da puta, desviou o dinheiro da obra pública tal" daí é aposto.

Que língua, a nossa, não?

Redator: Cristóvão Feil - Data: 12.2.10 14 comentários Links para esta postagem

No blog Diário Gauche: http://www.diariogauche.blogspot.com/

Post capturado por aly do Letteri Café: http://www.letteri.blogger.com.br/index.html

.