sábado, 7 de janeiro de 2012

Dez atitudes positivas para o ano que começa

.



 Especialistas dão dicas para começar 2012 em dia-Foto: Getty Images 



Veja as orientações de especialistas para começar 2012 com mais saúde, bem-estar e qualidade de vida



Todo início de ano as pessoas costumam traçar novos projetos e refletir sobre as conquistas e dificuldades do ano que passou. Se a intenção é começar 2012 de forma diferente, é preciso, muitas vezes, mudar as atitudes para alcançar melhores resultados, seja para obter mais saúde, mais qualidade de vida, maior desenvolvimento profissional ou até mesmo um respiro nas finanças. Confira as orientações de especialistas.

1. Trace os objetivos para o próximo ano. Lance as metas profissionais, afetivas, financeiras e familiares no papel e escreva ao lado quais atitudes pretende adotar para atingi-las. “Não é para anotar, colocar no fundo da gaveta e esquecer por lá. É preciso lembrar sempre que para conseguir as coisas têm que haver esforço, investimento e dedicação”, diz o terapeuta comportamental Fábio Caló, psicólogo do Instituto de Psicologia Aplicada (Inpa). De tempos em tempos, reveja as metas e confira se as atitudes estão condizentes com o que tinha planejado.

2. Divirta-se mais. Procure sair de casa e aproveitar as sextas e sábados livres. Por isso, nada de recusar o pedido de amigos para bater papo. Aceite também aqueles convites para festas de pessoas que não tem tanto contato. Esta é sempre um boa oportunidade para conhecer gente nova e aumentar o círculo de amizades.

3. Frequente lugares diferentes. Procure ambientes que não costuma ir, mas que partilhem dos mesmos valores e gostos que o seu. Assim, você terá mais chances de ampliar o número de amigos e, quem sabe, conhecer pessoas com as quais possa vir a ter um relacionamento.

4. Cuide mais do corpo e da mente. Faça exercícios físicos, pratique esportes e procure tratamentos de saúde e beleza que achar necessários. Também preste atenção no que anda lendo e assistindo. Faça uma lista com sites interessantes, filmes construtivos e livros que vão acrescentar conteúdo e coisas positivas na sua vida pessoal.

5. Adote atitudes menos preguiçosas. Se não tem pique ou falta tempo - e vontade - para frequentar uma academia ou praticar um esporte, tenha, pelo menos, ações mais dinâmicas ao longo do dia. Ao invés de estacionar na frente do trabalho, pare o carro a duas quadras. Use as escadas ao invés do elevador para chegar ao apartamento. “Parece besteira, mas vale a pena. A gente acaba gastando mais energia, mesmo com pequenos hábitos. Nosso corpo tem que ficar sempre em movimento”, recomenda a educadora física e personal trainer Gisely Machado.

6. Alongue-se todas as manhãs. Antes de sair da cama, dê uma boa espreguiçada e dedique cinco minutos antes de levantar a exercícios para ganhar flexibilidade. Deitado na cama, abrace os dois joelhos em direção ao peito, para alongar a lombar. Depois, abra os braços e deixe os joelhos caírem para um dos lados e permaneça assim por alguns segundos. Repita o movimento para o outro lado. Exercícios como estes aliviam a sensação de tensão e deixam o corpo mais flexível.

7. Cuide mais do seu coração. As doenças cardiovasculares matam 17 milhões de pessoas ao ano em todo o mundo, segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS). Uma medida simples que pode ser adotada para contribuir com um coração mais saudável é diminuir a quantidade de sal na comida. “Devemos consumir em torno de 5 gramas por dia”, explica o médico Daniel Magnoni, cardiologista e nutrólogo do Hospital do Coração (HCor). Ele também recomenda reduzir o consumo de alimentos industrializados e aumentar a ingestão de frutas, legumes e verduras.

8. Faça um check-up. Aproveite o início de ano para ver se está tudo certo com o corpo. Busque um bom profissional competente e realize exames de sangue, urina, teste ergométrico, ultrassom abdominal, raio-X de tórax etc. Faça o acompanhamento médico regularmente e siga as recomendações para ter uma vida mais saudável.

9. Invista na carreira. Faça uma pós-graduação ou um curso de especialização em uma área que goste – mesmo que isso signifique mudar o foco profissional. Se o dinheiro estiver mais curto, procure cursos gratuitos ou até mesmo aulas a distância, que geralmente custam mais barato. O importante é procurar se reciclar e aprender coisas novas.

10. Cuide melhor do seu bolso. Se a vida financeira precisa melhorar, é hora de repensar os gastos. De acordo com José Roberto Savoia, professor de Finanças da USP, é importante analisar a renda familiar antes de iniciar qualquer novo projeto. Comece colocando no papel todas as despesas fixas e variáveis previstas para o ano. A conta é simples: se os custos mensais forem maiores que a entrada de dinheiro, é hora de cortar gastos para não passar 2012 no vermelho.


(Alessandra Oggioni - Fonte: http://saude.ig.com.br/minhasaude/dez-atitudes-positivas-para-o-ano-que-comeca/n1597458744538.html)
.