terça-feira, 18 de novembro de 2008

Aleluia!!! Será que desta vez vai-se fazer Justiça?

.
Banqueiro Daniel Dantas sofre mais duas derrotas na Justiça

Além da manutenção do juiz federal Fausto De Sanctis nos procedimentos relativos à Operação Satiagraha, o banqueiro Daniel Dantas também sofreu duas derrotas em habeas corpus que tinham como objetivo anular a ação penal e os inquéritos policiais do caso.

Na sexta-feira, a desembargadora Ramza Tartuce negou a concessão de uma liminar em um habeas corpus da defesa de Dantas sobre a suposta participação ilegal de agentes da Abin (Agência Brasileira de Inteligência) nas apurações do caso. Os advogados do banqueiro dizem que houve intervenção de "arapongas" da Abin nas investigações sem autorização legal e por isso os procedimentos do caso devem ser anulados.

A defesa vai apresentar recurso contra o indeferimento da liminar. A 5ª Turma do TRF da 3ª Região ainda vai julgar o mérito do habeas corpus.

Ontem, essa mesma turma do tribunal julgou o mérito de outro habeas corpus de Dantas que pedia a anulação das investigações e processos relativos à Operação Satiagraha.

Por dois votos a um, a 5ª Turma julgou improcedente a ação, que tinha como fundamento jurídico o suposto uso indevido de um disco rígido recolhido em uma das instalações do banco Opportunity.

A exemplo do que ocorreu no julgamento do pedido de afastamento de De Sanctis, Ramza Tartuce e André Nekatschalow votaram pelo indeferimento do pedido do banqueiro, e Otávio Peixoto Júnior, a favor.

Ontem Nélio Machado, advogado de Dantas, disse que vai recorrer da decisão.

A 5ª Turma do TRF também julgou improcedente ontem um habeas corpus apresentado pelo investidor Naji Nahas, investigado por supostos crimes financeiros descobertos na Operação Satiagraha.

(Folha Online)