domingo, 17 de outubro de 2010

"O banco está chorando", diz Dilma, sobre denúncias contra aliado

.





A candidata Dilma Roussef defende Valter Cardeal e culpa banco alemão por empréstimo ilegal. Caso foi relevado em reportagem de ÉPOCA publicada na edição desta semana.



Em visita ao Museu da Língua Portuguesa, na região central de São Paulo, na manhã deste domingo (17), a candidata do PT à Presidência Dilma Rousseff rebateu as denúncias publicadas na edição de ÉPOCA desta semana de que Valter Cardeal, diretor de Planejamento e Engenharia da estatal Eletrobrás e seu homem de confiança, foi envolvido pelo banco alemão KfW na história de uma fraude de € 157 milhões.

"A denúncia é estranha pelo que eu li,porque ela mesma se desmente no final. Então se vocês me disserem qual é a denúncia concreta eu respondo", disse a candidata petista.

"Quem está falando isso está beneficiando o banco. O banco é um banco alemão que aceitou um empréstimo com aval  ilegal e está querendo, hoje, ganhar com esta questão. O banco está chorando", disse Dilma. A candidata petista voltou a afirmar que é alvo de rumores lançados com o objetivo de prejudicar seu desempenho na corrida presidencial.

 "O que a central de boatos está fazendo é, em vez de defender o  Brasil, defender o banco estrangeiro", disse.



(http://revistaepoca.globo.com/Revista/Epoca/0,,EMI180033-18176,00-O+BANCO+ESTA+CHORANDO+DIZ+DILMA+SOBRE+DENUNCIAS+
CONTRA+ALIADO.html)



CACILDA!!! O banco está chorando... central de boatos... defender o Brasil.... é muita falta de vergonha e senso de noção!!!!

.