sexta-feira, 16 de abril de 2010

Ficha limpa, lutar é a única salvação

.

O Projeto Ficha Limpa corre um sério perigo de ser transformado numa sopa de letrinhas. Ao recusarem a tramitação em regime de urgência; o PT, o PMDB e vários partidos da base aliada acabaram decretando o seu envio para a Comissão de Constituição e Justiça. Lá, ele já foi entregue a relatoria de um deputado que já teve problemas com a justiça por compra de votos e, obviamente, é parte… digamos… interessada na transformação do processo em sopa de letrinhas.

Além disso, a grande vontade da maioria dos deputados é votar maciçamente a favor do projeto depois dele ser “aprimorado” pela CCJ e transformado em “pó de trac”, como tantas outras leis anti-corrupção que vimos surgir e morrer em um Congresso Nacional infestado por bandidos, estelionatários e corruptos de toda laia.

Mesmo alguns parlamentares que não possuem processos judiciais e, teoricamente, estariam imunes ao efeito do projeto se mostram contrários a ele por um motivo muito simples: São filhos ou parentes de políticos notoriamente envolvidos nas garras da lei e clientes assíduos dos tribunais. Assim, essas “dinastias políticas” estariam sob forte ameaça e o “ganha pão” de muitas “excelências” e suas famílias de chupins corruptos estaria ameaçado.

Se ficarmos calados; permitiremos que esse artifício vá adiante e mensaleiros, sanguessugas, aloprados e tantos outros políticos safados terão passe livre para continuarem mamando nas tetas da república e nos nossos bolsos.

Clique no link abaixo e envie uma mensagem (que já está pronta) para os deputados da CCJ. Até o momento, já foram mais de 23.000 mensagens enviadas. Mas é preciso muito mais. Faça a sua parte.

http://www.avaaz.org/po/salve_ficha_limpa/?vl

Você pode também telefonar para o parlamentar do seu estado que integra a CCJ e exigir que o projeto não seja alterado. Abaixo, seguem as instruções de como proceder que foram elaboradas pelo pessoal da AVAAZ.ORG.

Ao ligar para o deputado do seu estado mencione os seguintes pontos:

  • pergunte se ele(a) apoia a Ficha Limpa
  • peça que ele(a) não altere o texto proposto pelo grupo de trabalho
  • peça para ele(a) manter a punição para condenação colegiada em primeira instância
  • diga que você faz parte de uma mobilização de milhões de eleitores brasileiros que querem que a Ficha Limpa se torne lei
  • diga que ele(a) tem uma responsabilidade com os eleitores e não com os interesses políticos que querem enfraquecer a Ficha Limpa
  • confirme que a pessoa que te atendeu irá repassar o recado para o seu deputado, e agradeça a atenção

Após a ligação, ou mesmo se você não puder ligar, vá para o fim desta página para ajudar a divulgar a campanha. Se você ligou, escreva para portugues@avaaz.org nos contando o posicionamento do seu deputado.

Como você pode ver, a CCJ é composta por uma maioria de membros da base aliada, fortemente influenciados pelo pessoal do PT e do PMDB que são contrários ao projeto. Colocar esse pessoal numa posição em que se sintam ameaçados em seus estados – já nesta eleição – fará com que percebam a necessidade de aprovar o projeto sem emendas ou a sua consequente morte eleitoral. Como a maioria deles não terá problemas se o projeto for aprovado, o peso da pressão popular será maior do que os conchavos e as alianças de ocasião com os corruptos. Só depende de nós. Lute pelo que é certo e contra a corrupção. Lembre-se que o custo de uma ligação poderá economizar milhares de reais em impostos desviados e em propinas pagas.


MEMBROS DA COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO E JUSTIÇA:

Antônio Carlos Pannuzio (PSDB/SP): (61) 3215-5404
Aracely de Paula (PR/MG): (61) 3215-5201
Augusto Farias (PTB/AL): (61) 3215-5739
Bonifácio de Andrada (PSDB/MG): (61) 3215-5235
Carlos Bezerra (PTB/MT): (61) 3215-5815
Ciro Nogueira (PP/PI): (61) 3215-5924
Colbert Martins (PMDB/BA): (61) 3215-5319
Edmar Moreira (PR/MG): 61) 3215-5606
Eduardo Cunha (PMDB/RJ): (61) 3215-5510
Efraim Filho (DEM/PB): (61) 3215-5817
Eliseu Padilha (PMDB/RS) –Presidente da CCJC: (61) 3215-5209
Ernandes Amorim (PTB/RO): (61) 3215-5318
Fábio Ramalho (PV/MG): (61) 3215-5374
Felipe Maia (DEM/RN): (61) 3215-5329
Fernando Coruja (PPS/SC): (61) 3215-5245
Flávio Dino (PCdoB/BA): (61) 3215-5654
Francisco Tenorio (PMN/AL): (61) 3215-5572
Gerson Peres (PP/PA): (61) 3215-5334
Gonzaga Patriota (PSB/PE): (61) 32155430
Indio da Costa (DEM/RJ): (61) 3215-5441
Jaime Martins (PR/MG) – Relator do Ficha Limpa: (61) 3215-5333
João Campos (PSDB/GO): (61) 3215-5315
João Paulo Cunha (PT/SP): (61) 3215-5965
José Carlos Aleluia (DEM/BA): (61) 3215-5856
José Eduardo Cardozo (PT/SP): (61) 3215-5719
José Genoíno (PT/SP): (61) 3215-5311
José Maria Filho (DEM/PI): (61) 3215-5579
José Pimentel (PT/CE): (61) 3215-5342
Jutahy Junior (PSDB/BA): (61) 3215-5407
Luiz Couto (PT/PB): (61) 3215-5442

Magela (PT/DF): (61) 3215-5352
Marçal Filho (PMDB/MS): (61) 3215-5585
Marcelo Castro (PMDB/PI): (61) 3215-5811
Marcelo Guimarães Filho (PMDB/BA): (61) 3215-5544
Marcelo Itagiba (PSDB/RJ): (61) 3215-5284
Marcelo Ortiz (PV/SP): (61) 3215-5931
Márcio França (PSB/SP): (61) 3215-5543
Márcio Marinho (PRB/BA): (61) 3215-5326
Marcos Medrado (PDT/BA): (61) 3215-5834
Maurício Quintella Lessa (PR/AL): (61) 3215-5425
Mauro Benevides (PMDB/CE): (61) 3215-5607
Mendes Ribeiro Filho (PMDB/RS): (61) 3215-5222
Mendonça Prado (DEM/SE): (61) 3215-5508
Nelson Trad (PMDB/MS): (61) 3215-5452
Omar Serraglio (PMDB/PR): (61) 32155845
Paes Landim (PTB/PI): (61) 3215-5648
Paulo Magalhães (DEM/BA): (61) 3215-5903
Paulo Maluf (PP/SP): (61) 3215-5512
Regis de Oliveira (PSC/SP): (61) 3215-5911
Roberto Magalhães (DEM/PE): (61) 3215-5503
Rodovalho (PP/DF): (61) 3215-5745
Rogério Lisboa (DEM/RJ): (61) 32155371
Rômulo Gouveia (PSDB/PB): (61) 3215-5915
Sandra Rosado (PSB/RN): (61) 3215-5650
Sérgio Barradas Carneiro (PT/BA): (61) 3215-5671
Vic Pires Franco (DEM/PA): (61) 3215-5519
Vilson Covatti (PP/RS): (61) 3215-5228
Wilson Santiago (PMDB/PB): (61) 3215-5534
Wolney Queiroz (PDT/PE): (61) 3215-5936
Zenaldo Coutinho (PSDB/PA): (61) 3215-5336


(Arthurius Maximus - Este artigo foi escrito originalmente para o Blog Visâo Panorâmica. Fonte: www.visãopanorâmica.com)