segunda-feira, 5 de abril de 2010

Governo faz factóide nos direitos humanos

.
Presidente do PSDB diz que projeto é cheio de preconceitos ideológicos



O presidente nacional do PSDB, senador Sérgio Guerra, afirmou, nesta sexta-feira, que o novo Programa Nacional de Direitos Humanos apresentado pelo governo não passa de um factóide, cheio de preconceitos ideológicos. Na avaliação de Guerra, o projeto é uma forma de desencavar assuntos e argumentos antigos cujo objetivo é o de segurar "uma candidatura que ainda não disse a que veio".

Veja íntegra da declaração:

"O Programa Nacional de Direitos Humanos combina idéias boas com idéias ruins e factóides. No primeiro aspecto, muitas são, em grande parte, ociosas e não vão ser colocadas em prática, pois dependem de aprovação do Legislativo. Do ponto de vista político, entendemos que o projeto é uma forma de desencavar assuntos e argumentos antigos com o objetivo de segurar uma candidatura que ainda não disse a que veio. O governo não parece empenhado na unidade democrática e, muito menos, no verdadeiro respeito aos direitos humanos. Trata o tema com desrespeito. O governo do presidente Lula é um prisioneiro de preconceitos ideológicos revogados pelo passado".


(Senador Sérgio Guerra - Fonte: www2.psdb.org.br)