domingo, 12 de outubro de 2008

Analistas financeiros dão dicas para proteger o bolso na turbulência

Denyse Godoy, Fabricio Vieira e Tony Sciarretta - Folha de S.Paulo

O desequilíbrio que começou no setor imobiliário americano e acabou contaminando o mercado financeiro internacional já se faz sentir no Brasil. Foi primeiro afetado, no país, quem tem dinheiro aplicado na Bolsa de Valores ou em fundos de investimento --as turbulências têm tirado a tranqüilidade de quem comprou ações. A Bovespa recuou 44,26% neste ano e o dólar disparou 30,22%.

Investidores da Bolsa devem pensar em rendimento a longo prazo;

Entenda como a crise dos EUA afeta o Brasil.

Há algumas semanas, as empresas nacionais começaram a sofrer dificuldades para conseguir crédito, e essa falta de financiamento para projetos levará a crise a se espalhar, atingindo empregos e a renda da população.

Para atravessar um período complicado como este, os especialistas recomendam que os orçamentos familiares sejam mais austeros, com decisões de consumo e de investimento bem pensadas. Segundo eles, é difícil prever por quanto tempo as incertezas vão se estender, mas com um bom planejamento será possível enfrentá-las com menos danos.

Ler a noticia na integra no site:
http://www1.folha.uol.com.br/folha/dinheiro/ult91u455249.shtml
.