domingo, 12 de outubro de 2008

Emirados Árabes: Arranha-céu mais alto do planeta terá 162 andares

JULIO ABRAMCZYK - Folha de S.Paulo

O futuro prédio mais alto do mundo, o Burj Dubai, previsto para ter 807,7 metros de altura, ainda está no 154º andar -de um total previsto de 162.

Além do Burj Dubai, há planos de construir outros arranha-céus. O Al Burj, que ainda não saiu das pranchetas, deverá ter 1.050 metros em 200 andares. O Pentominium, residencial, deve ser erguido até 2010, com 120 andares e 516 metros.

Esses três prédios são os destinados a superar o Taipei 101 (em Taipé, capital de Taiwan), hoje o mais alto do mundo.

Mas ainda há outras construções de porte. O Burj Al Alam, com 484 metros de altura e 108 andares, está em obras e deve ficar pronto em 2011.

A Al Habtoor Tower foi proposta com cem andares e tem conclusão prevista para 2010.

A Damac Heights, estritamente residencial, deverá ter 460 metros distribuídos em 106 andares. Não há previsão de início das obras.

Os trabalhadores das construções em sua maioria são paquistaneses e hindus, originários de regiões com temperatura similar à dos Emirados. Apesar disso, o problema da hipertermia atingiu a muitos operários no passado, o que motivou o serviço de saúde a regulamentar períodos para descanso.

Desidratação

Para prevenir a exaustão e evitar a desidratação, os operários ingerem em média de 6 a 8 litros de água durante as oito horas de trabalho diário. Também tomam bebidas quentes e evitam água gelada. O número de pessoas hospitalizadas pela alta temperatura no exercício da profissão diminuiu 70% após a introdução dos períodos de descanso regulamentados pelo Ministério do Trabalho.

A maior parte das ocorrências relacionadas à exaustão provocada pelo calor foi observada em homens entre 25 e 44 anos. Alguns apresentavam com queimaduras provocadas pelo sol e cãibras.
.