sábado, 11 de outubro de 2008

Site auxilia quem quer estudar e viver na Irlanda

.

Folha de S.Paulo

Em janeiro deste ano, os paulistanos Eduardo Giansante, 24, e Homero Carmona, 23, resolveram criar um blog para auxiliar brasileiros na mesma situação que eles na época: de mudança para Dublin, Irlanda.

Há seis meses na capital irlandesa, os dois amigos viram a audiência do blog www.e-dublin.com.br alcançar uma média diária de 300 visitas.

O destino foi escolhido, segundo os dois, pela facilidade de obter o visto, na comparação com EUA, Canadá, Austrália e Inglaterra. Os brasileiros começaram a procurar emprego ainda no Brasil, via internet, e hoje estão trabalhando: Giansante, como planejador de marketing digital; Carmona, que tem visto de estudante e, portanto, só pode trabalhar por meio período, é garçom.

Quem permanece um mínimo de 25 semanas estudando no país pode trabalhar por meio período. O número de brasileiros estudando inglês na Irlanda --celeiro de talentos literários como Oscar Wilde, James Joyce, George Bernard Shaw, Jonathan Swift e William Butler Yeats-- teve um aumento considerável nos últimos anos.

De acordo com o órgão oficial para o desenvolvimento do turismo da Irlanda, Fáilte Ireland (www.failteireland.ie), os estudantes brasileiros no país passaram de 800, em 2006, para 2.950, em 2008. Segundo Peter O'Neill, vice-presidente do instituto Brasil-Irlanda, informações do departamento de imigração do país apontam que o número chegou a 7.000 em 2008.